Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
No berro não adianta!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

No berro não adianta!

E se a nossa vida fosse realmente um grande Big Brother? Se você estivesse sendo vigiado 24 horas por dia, você seria um jogador? Você seria você mesmo? Você seria um personagem?
A edição do programa Big Brother Brasil vem dando o que falar. Ao reunir no programa diversas personalidades consideradas influentes em redes sociais e alguns anônimos, nem tão anônimos assim, a rede Globo abriu diversas discussões nas mais diversas esferas.
Já tivemos um jogador que pediu para sair após sofrer abusos psicológicos. Tivemos humorista tentando criar um personagem que não era ele na vida real. Tivemos militante que passou do ponto, cantora que se achava celebridade demais, ator que não soube atuar e assim por diante.
Na verdade acompanhar o Big Brother Brasil hoje é só confirmar o momento conturbado que vivemos enquanto sociedade. As pessoas querem empurrar goela abaixo das outras suas causas defendidas. Muitas vezes a forma truculenta como isso ocorre acaba gerando alguma antipatia por algo que não deveria sequer ser contestado.
Precisamos cada vez mais avançar nas questões raciais, precisamos defender a opção sexual de cada um e precisamos sim discutir questões políticas, culturais, comportamentais e tudo o que está errado na nossa sociedade. O que não podemos é querer dividir antes de somar. O diálogo precisa ser feito com educação, respeito e qualidade. É assim que funciona.
É nítido que os participantes do programa, em sua maioria, chegaram prontos para abraçar pautas que os fariam simpáticos ao público. Mas ninguém consegue ficar tanto tempo falando sobre um tema que não conhece ou não fez questão de se aprofundar. Discutir sobre algo por dez minutos ou uma hora é fácil. Mas ficar 24 horas por dia abraçado em um palanque que não é seu não vai funcionar.
Que o programa sirva para aprofundar discussões, para mais gente se inteirar sobre o assunto e para mostrar que muitas vezes não é no berro que tu te faz entender.
Finalizo respeitando a opinião de quem vai provalmente me chamar de lacrador, comunista, fã do Amoedo, extrema-direita , isentão e outros adjetivos. Sem problema algum. Sendo educado eu vou entender, mas humildemente poderei discordar!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para No berro não adianta!

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época