Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
ACONCHEGO NA SERRA
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

ACONCHEGO NA SERRA

 

ACONCHEGO NA SERRA

É possível visitar este lugar e se hospedar em uma das duas pousadas que aqui existem e que são referência na região. A Pousada Potreirinhos alberga, na temporada de pesca de trutas, os pescadores que vem para cá desafiar o frio e a habilidades dos peixes de escaparem de suas “moscas”, estas armadilhas presas em anzóis que são hábil e pacientemente arremessados pelos pescadores de inverno. Gastronomia serrana de muita qualidade, atendimento com o carinho e a atenção dos serranos, esta pousada é, assim como a outra do Cachoeirão dos Rodrigues, administrada pelas famílias dos proprietários e isto é uma identidade do lugar. O conforto, a segurança, os cheiros e sons rurais complementam o quadro.

 

Quase se encontram

 

ACONCHEGO NA SERRA

Tem um lugar neste vale que é chamado “Desnível dos Rios”, um inimaginável cenário onde o Rio Divisa, a esquerda da foto, corre quase paralelo ao rio Silveira, à direita. Eles quase se tocam mas seguem separados por mais algumas centenas de metros e o interessante é que o Silveira está muitos metros acima do Divisa, separados por uma parede de rochas que impediu o encontro dos dois ali neste ponto. Uma formação natural única na paisagem serrana que atrai curiosos e técnicos do mundo todo para conferir este capricho da geografia.

 

Um vale encantado

 

ACONCHEGO NA SERRA

O vale do Rio Silveira, em São José dos Ausentes, é um daqueles lugares em que parece que o tempo pisou no freio e deixou que poucas, mas muito poucas coisas se alterassem com a vinda dos colonizadores. O rio corre sobre um grande afloramento de rochas escuras, criando ilhas pequenas, algumas muito efêmeras e que duram apenas nas épocas de pouca água. Espalha-se até onde consegue mostrando o grande volume de água que corre pela calha deste vale encantado. As araucárias e os campos reverenciam a água que desce cantando e hidratanto tudo e todos.

 

Campo, água e mata

 

ACONCHEGO NA SERRA

A cachoeira do Dez, formada no leito do rio Divisa, é um dos grandes espetáculos naturais desse vale. De um lado, o campo verde de primavera com sua exuberância e beleza; de outro a impressionante formação da Mata de Araucárias, dando ao visitante o quadro real e impactante do cenário original do lugar: campos, vales, água e mato. Lugar de fotos, banhos e caminhadas pelo leito raso e tranquilo do rio.

 

Caminhando no rio

 

ACONCHEGO NA SERRA

O Rio Silveira oferece a pesca de trutas no inverno, mas no verão o deleite é, além da fruição da paisagem aquática que oferece, caminhar pelo seu leito e encontrar alguma depressão natural e ali se refrescar num delicioso e autêntico banho de rio. Água sempre limpa e fria, passa pelo corpo e carrega o calor abrasador do sol de verão, criando um estado de prazer poucas vezes encontrado. Atravessando o leito é possível chegar a base do Cachoeirão dos Rodrigues, outro ícone deste vale e que se localiza próximo a pousada homônima.

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para ACONCHEGO NA SERRA

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época