Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
ALUNOS DA COOPEC COMEMORAM  APROVAÇÃO NO VESTIBULAR
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

ALUNOS DA COOPEC COMEMORAM APROVAÇÃO NO VESTIBULAR

 

ALUNOS DA COOPEC COMEMORAM  APROVAÇÃO NO VESTIBULAR

Alunos darão início à vida acadêmica em 2020

 

Entrar em uma universidade é um desafio enfrentado por milhares de estudantes todos os anos. Mas isso não significa que o sonho é impossível. Os alunos da Coopec são um exemplo disso. Depois de muitas horas de estudo, da escolha do curso, da escolha da instituição, da ansiedade pelo resultado da prova, eles comemoram a aprovação no vestibular para universidades como Unisinos, FSG, Feevale, entre outras.


As reações e sentimentos ao saberem da aprovação, divulgada na terça-feira (29) foram as mais diversas: choro, festa, alívio, surpresa... Eles contam que existia uma preocupação misturada com medo de não ser aprovado, que está ligado ao fato de existir uma “pressão” em se formar com determinada idade. “Todos querem ser bem-sucedidos e o mais rápido possível”, afirma Raquel Meyer, 17 anos, aprovada no curso de Publicidade e Propaganda.


Ela encoraja outros alunos que tem o sonho de entrar em uma faculdade a não desistir. “O futuro é incerto e não podemos desistir dele. Nós somos um exemplo disso. Se tivéssemos desistido dias atrás não estaríamos vivendo essa experiência tão incrível”, diz. Apesar de terem o curso decidido, os alunos dizem que não sentirão receio caso iniciem e não seja aquilo que realmente querem seguir. “Estou tranquila se precisar trocar de curso. Até porque é muita pressão que colocam em nós”, afirma Vitória Rizzon, 17 anos, aprovada no curso de Arquitetura e Urbanismo. Ela diz que está pronta para o futuro que está por vir.


Iniciar um novo desafio que é a graduação é uma forma de acreditar mais em si mesmo, afirma Rafaela Cardoso, 17 anos, aprovada em Pedagogia. “Nós só percebemos a nossa capacidade quando estamos frente a frente com os desafios que nos fazem sair da zona de conforto”, diz. Raquel Zimmer, 18 anos, aprovada em Farmácia complementa: “Aprendi a confiar mais na minha capacidade, antes subestimada por mim”. Para Felipe Casagrande, 17 anos, aprovado em Direito esse novo ciclo exige não ter medo do que está por vir e se entregar para a realização do sonho.


A certeza de ter escolhido a profissão certa foi confirmada para Nikolas Seibt, 18 anos, aprovado em Engenharia Mecânica, com a divulgação do resultado. “Antes de eu ser aprovado tudo era uma dúvida”, conta. Ver que todo o esforço passado valeu apena deixa Gustavo Caberlon, 17 anos, aprovado em Engenharia Civil confiante. “Esse é só o começo”, diz.


Assim como acredita Gabriel de Camargo, 18 anos, aprovado em Publicidade e Propaganda. “Que seja apenas uma parte do longo caminho do sucesso”. Para Thiago Chami, 17 anos, também aprovado em Publicidade e Propaganda “tudo é resultado do esforço para atingir os objetivos”. Quem compra essa ideia também é Tamires de Moraes, 18 anos, aprovada em Engenharia Civil. “Percebi que o caminho percorrido até aqui exigiu muito esforço, mas quando recebi o resultado de aprovação vi que podemos superar nossos limites”, explica.


Já para Ana Laura Agostinho, 17 anos, aprovada em Relações Internacionais, a entrada na universidade “traz experiências que vão além do conhecimento supérfluo”. Leandro Caporale, 17 anos, aprovado em Relações Internacionais, diz que o encerramento do ciclo do ensino médio se encerra, mas que “estamos abrindo portas para inúmeras oportunidades”.

 

NOTÍCIA BOA

Na última semana você deve ter lido pelo menos uma vez, ou no feed do seu Facebook ou em algum portal de notícia que você acompanha a história do dentista Felipe Rossa, que viaja o Brasil e o mundo com seus colegas de profissão trazendo de volta os dentes e o sorriso de pessoas de baixa renda gratuitamente.


Em uma entrevista para o Portal R7 Felipe diz que “o objetivo é fazer atendimento no nível de consultório odontológico em comunidades que não têm acesso a esse serviço”. Desde 2016, ele é presidente da ONG Por 1 Sorriso e que já percorreu desde o Parque Indígena do Xingu, a países do leste da África como Quênia e Moçambique.


Os gastos são cobertos por duas empresas que pertencem a amigos pessoais de Felipe, e também, da recente parceria com a marca Colgate. Quem quiser ajudar a causa pode fazer uma doação por meio do “Sorriso Solidário”, com uma quantia entre R$10 a R$200. Na foto, dois resultados da causa social de Felipe:

 

ALUNOS DA COOPEC COMEMORAM  APROVAÇÃO NO VESTIBULAR

 

DICA DA SEMANA

Esta semana deixo duas dicas para vocês. A primeira é o perfil no Instagram @siteopsquerida e o blog “Ops, querida!”. Ele é administrado pela Raquel Meyer, que participou do bate papo sobre vestibular acima. Nele você encontra dica de séries, livros, textos autorais, dicas de moda, música e muito mais. A segunda dica, também é de um aluno que participou da conversa desta semana, o Felipe Casagrande, ele tem o canal “Trairas RS”, no Youtube e vale muito apena assistir os vídeos postados por ele.

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para ALUNOS DA COOPEC COMEMORAM APROVAÇÃO NO VESTIBULAR

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época