Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
Artista da canção e da palavra
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Artista da canção e da palavra

Pedro Jules (35) é da terceira geração de uma família que ainda habita uma propriedade cheia de verde no bairro Santa Terezinha, em Canela.
Porto-alegrense de nascimento, quis a calmaria da pandemia de covid-19 que ele adotasse de vez a nossa cidade e fosse, por sua vez, adotado pela comunidade antenada nas novidades de qualidade. As músicas de Pedro Jules, gravadas em parceria com o produtor e multi-instrumentista Guilherme Kessler, já tocam na Clube FM 88,5 e o álbum Antes que as cores façam sentido, lançado em 2020, tem muitos acessos em plataformas como Spotify, YouTube, Facebook e Instagram (@pedrojulesmusic).

Perguntado sobre as influências que a sua música sofreu, Pedro indica “o rock psicodélico dos anos de 1960 e 1970, mas tem também a atmosfera de precariedade e intimidade do rock garagem”. É um trabalho autoral carregado de inspiração em ídolos como Pink Floyd e Rita Lee, mas que preza igualmente a poesia nas letras.
Dentre os vídeos que, neste ano, se classificaram para a mostra de trabalhos locais que receberam uma ajuda de custo através da Lei Aldir Blanc, figurou um de Pedro Jules. Publicitário formado na PUC mas que sempre soube que ia ganhar a vida como artista, Pedro estudou teatro no Tepa – Teatro Escola, que depois se tornou Casa de Teatro de Porto Alegre. Atuou em diversas peças e em curta-metragens, incluindo o elogiado Folha em branco, da série Histórias Curtas, que fez sucesso na RBS em 2011. “Faço questão de pagar em dia o Sindicato de atores”, ele diz. Também fotógrafo, Pedro tem um Instagram exclusivo para mostrar seus cliques, o @estorilstudio.

Quarta faceta do filho da artista plástica Bea Seibel, Pedro Jules é escritor. Assinou dois livros com o nome da certidão, João Pedro Wapler. Translúcido, de 2014, é uma coletânea de poesias e Fábula do afeto, em fase de pré-lançamento, é uma prosa poética. Estão à venda com Pedro e no Empório Canela.

Artista da canção e da palavra

Artista da canção e da palavra

NAS OBRAS POÉTICAS,o nome de batismo João Pedro Wapler

Artista da canção e da palavra

FOTO do Insta de Pedro Jules

VIVA UM DIA DIFERENTE

No domingo, 25 de julho, o Ecoparque A Nova Terra - que fica a poucos quilômetros de Canela na estrada para Bom Jesus – vai receber os seguidores do movimento Sincronário da Paz, para viverem mais um Dia fora do tempo.
É um dia sem mês nem dia da semana, com o propósito de ser uma pausa entre um ano e outro. Acredita-se que nesse dia o passado é perdoado para que um novo ciclo seja iniciado no dia seguinte de alma leve. Já falamos aqui na coluna sobre a Lei do Tempo, o Sincronário e as outras iniciativas de André Staehler, figura de ponta desse movimento no Brasil e coordenador do belo ecoparque. No domingo ou em outro dia, vale a ida até lá.

Artista da canção e da palavra

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Artista da canção e da palavra

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época