Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
BONECOS DE CANELA DÃO A LARGADA NA TEMPORADA DE ATRAÇÕES
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

BONECOS DE CANELA DÃO A LARGADA NA TEMPORADA DE ATRAÇÕES

 

Novembro, dezembro e janeiro são meses diferenciados para o turismo na Região das Hortênsias. Marcado pelo início das atrações de Natal, o período movimenta a economia local e serve de termômetro para empresários que estão na expectativa de um bom momento.


O Bonecos Canela dá a largada na alta temporada de eventos. Após meses de menor movimentação turística, o festival é o marco inicial das atrações lúdicas que encantam os visitantes. Conforme a coordenadora do evento, Marina Gil, aproximadamente 15 mil pessoas devem prestigiar o evento.


Já o secretário de Turismo, Ângelo Sanches, acredita que o 32° Sonho de Natal deve atrair dois milhões de visitantes em 79 dias. Para manter a boa movimentação turística, a Prefeitura de Canela criou a Temporada de Verão, que será realizada a partir de janeiro.


Outro evento fundamental para a economia regional é o Natal Luz de Gramado. Segundo a organização, 2,5 milhões de pessoas são aguardadas para a temporada natalina.

 

BONECOS DE CANELA DÃO A LARGADA NA TEMPORADA DE ATRAÇÕES

Boneco da peça Cuál Es El Dilema, Shakes?, do grupo Sociedade An Tónima (Foto: Lu Zanatta)

 

HOTELARIA PROJETA PICOS DE GRANDE MOVIMENTAÇÃO

De uns quatro anos para cá, os vários setores da economia da região vêm sofrendo com a queda da demanda e do faturamento. Isso, segundo empresários locais, pelo fato de estarmos vivendo uma crise econômica em nível nacional que dificulta o investimento em negócios e também pelo crescimento da região, principalmente, no ramo da hotelaria.


Para o presidente do Sindtur, Mauro Salles, o crescimento é bom e ruim. “Precisamos direcionar esse crescimento para podermos manter o padrão de excelência da Serra”. Segundo ele, apesar da dificuldade de enxergar uma melhora em curto prazo porque a economia ainda não reagiu, a expectativa para a temporada é boa, já que esta é a melhor época do ano. “Esperamos que, se não crescermos um pouquinho, pelo menos mantenhamos o mesmo nível do ano passado”, afirma.


Os meses que seguem trazem um público maior para a região que se hospeda por um período maior, principalmente na semana do Natal e do Ano Novo. “É o auge da ocupação. Nesse período fica perto de 95% durante 10, 15 dias”, afirma Mauro. Os feriados e finais de semana também reúnem bastante público. “No feriado do dia 15 de novembro, nossa expectativa é de ter um movimento semelhante ao período do Natal e Ano Novo”, diz Mauro.


Até o momento, as reservas até o mês de janeiro já ocupam um pouco mais de 50%. Mauro explica que isso se deve ao fato do comportamento do hóspede ter mudado. “O turista deixa para tomar suas decisões em cima da hora, portanto, a gente espera uma média de ocupação hoteleira entre 65, 70%”, acredita Mauro.


Para ele, o fato de Canela ter melhorado em vários aspectos contribui para que o turista venha para a cidade e saia satisfeito. “Hoje, o turista não tem mais o preconceito de querer se hospedar somente em Gramado e a internet propicia isso através dos clientes que compartilham sua experiência nas redes sociais”.


O presidente do Sindtur acredita que as cidades da região estão cada vez mais preparadas para proporcionar uma experiência diferenciada para os visitantes. “Esperamos com isso um crescimento do turismo na região, com políticas públicas conjuntas para melhorar e direcionar o crescimento e não acontecer problemas como a falta de água e o trânsito congestionado”, diz Mauro.


Salles diz que a região está acima do poder público de sustentar esse crescimento. “Temos que proagir e estar preparado para o pico e não para a média, e o Sindtur contribui para isso promovendo qualificação de mão de obra e também no corpo jurídico, ajudando as pessoas a terem como trabalhar no nível que a região está precisando".

 

“O FESTIVAL DE BONECOS É UM PATRIMÔNIO DE CANELA”

O Festival Internacional de Teatro de Bonecos começou na quinta-feira (17) e vai até domingo (20) e é quem inicia em grande estilo a temporada de grandes atrações que Canela promove. “É um evento de cunho internacional, com representantes da Europa, América Latina, é amplo”, define Marina Gil, coordenadora do festival.


Misturando arte, ilusionismo e mágica, o festival tem o espírito e o conceito de Canela, se tornando nesses 31 anos de existência um patrimônio histórico da cidade. “Se perguntar para as pessoas, elas têm carinho, elas gostam do festival”, diz Marina.


Para ela, o que origina o Festival de Bonecos é a junção entre teatro e magia, elementos que juntos fazem com que as pessoas se emocionem com uma sombra ou com um pedaço de espuma que, se jogado em cima de uma mesa, é inanimado, mas que no momento da apresentação se torna real. “O público acredita que tem vida, ri e chora com o boneco”, afirma Marina.


Este ano, são esperadas aproximadamente 15 mil pessoas para o evento. A divulgação forte no Estado e fora dele chama a atenção das pessoas e faz com que elas venham para Canela e participem do festival, o que consequentemente fortalece a economia local. “Os veranistas vêm nos finais de semana com seus netos”, conta Marina.


Outro fator que corrobora é o fato de o evento ser 100% gratuito e acontecer em um palco aberto no Centro, colocando o festival em outro conceito. “Pensamos em uma programação que não fosse hermética, uma programação com um cunho mais livre, que agradasse adultos e crianças”, ressalta Marina. Ela diz, ainda, que as pessoas não saem as mesmas depois de assistirem aos espetáculos. “Normalmente a arte é para isso: sair diferente de como tu entrou, e o festival contribui para isso. As pessoas ficam mais sensíveis”.

 

“CANELA SE COLOCOU NO SEU LUGAR E GANHOU RESPEITO”

Canela já está conhecida no Brasil todo e no Exterior como sendo um palco a céu aberto. Desde 2017 os eventos gratuitos na praça João Corrêa preenchem praticamente todos os meses do ano, o que fez com que fosse lançada este ano outra novidade: a Temporada de Verão de Canela. “Se a Temporada de Inverno é um sucesso por que não fazer a Temporada de Verão?”, salienta o secretário de Turismo e Cultura, Ângelo Sanches.


Segundo ele, o objetivo é fazer uma temporada na praça com música de qualidade, com atrações bacanas para que as pessoas possam pegar suas cadeiras e tomar seu chimarrão ou refrigerante enquanto curtem o evento. Serão cinco finais de semana a partir de 12 de janeiro, com uma programação intensa. “A intenção é fazer com que a nossa cidade tenha todo mês algo acontecendo e fazer com que as pessoas passem a enxergar Canela como a gente quer, como um bom destino”, diz Ângelo.


O crescimento de Canela neste sentido, segundo ele, mostra para todos a nossa identidade e que cada um deve fazer a sua parte para manter o turista aqui. “Canela se colocou no seu lugar e ganhou respeito, sendo protagonista em tudo o que está fazendo”, afirma Ângelo.


O Natal tem grande participação nisso. No próximo sábado (26), acontece a decoração dos pinheirinhos e o acendimento das luzes na abertura do 32° Sonho de Natal. “Nós vamos parar o Centro da cidade. Queremos que o canelense vibre, enfeite suas lojas, suas casas e vá para a rua sorrindo. A cidade de Canela está numa vibe tão boa, em um momento tão bom, por que não colocar isso para fora?”, vibra Ângelo.


O secretário afirma ainda que está sempre pensando em incrementar a programação natalina. “Queremos que Canela seja diferente. Aqui não é show business, aqui é Canela e Canela é lúdica”, ressalta. O preparo para receber as esperadas dois milhões de pessoas em 79 dias envolve todo mundo, principalmente a comunidade. “As pessoas estão empolgadas e são 1.200 famílias envolvidas”, conta Ângelo.


Tudo isso mexe com quase 25% da economia do município somente no Natal. “É muito dinheiro arrecadado e graças a Deus. Hotéis, pousadas, restaurantes, bares. Isso mexe com a economia local e é uma mola propulsora que sustenta o município por dois, três meses depois do Natal. Por isso, os eventos são gratuitos. Quem tem que ganhar dinheiro, é o empresário”, diz Ângelo.


O secretário diz que o objetivo é fazer com que o turista venha curtir a cidade e gastar na cidade. “A Temporada de Verão vem para ajudar nisso. Se mais gente circula, o comércio fica aberto até mais tarde e movimenta a economia”, explica Ângelo. O secretário acredita que os meses que seguem vão surpreender. “Nós estamos divulgando desde o início do ano. Fizemos propaganda em toda a América Latina e capitais brasileiras. Quero que as pessoas vejam que isso aqui é um lugar mágico, onde elas morariam e que tem um povo acolhedor”, ressalta Ângelo.

 

BONECOS DE CANELA DÃO A LARGADA NA TEMPORADA DE ATRAÇÕES

Edição 2018 do Natal Luz (Foto: Cleiton Thiele)

 

NATAL LUZ É FUNDAMENTAL PARA A ECONOMIA GRAMADENSE

A expectativa de um Natal Luz com novos espetáculos, decoração de bom gosto, estabelecimentos e residências decoradas que encante os visitantes e o espírito natalino no coração de cada visitante é o desejo da diretora de eventos da Gramadotur, Iara Sartori, para a temporada 2019.


Durante 81 dias, a cidade pretende receber 2,5 milhões de visitantes. A preparação do Natal Luz começa logo após o término do último evento. “Além de projetarmos os espetáculos e a decoração, é preciso estar em sintonia com a infraestrutura da cidade”, diz Iara.


Iara comenta que o Natal Luz surgiu para preencher um período de baixa temporada na década de 1980 e que hoje é o principal evento turístico de Gramado. “Com 81 dias, traz um público qualificado e que representa o maior índice de ocupação da hotelaria e o maior faturamento para a gastronomia e o comércio. O Natal Luz é fundamental para a economia gramadense”, ressalta Iara.


Em 2018, a receita com ingressos e patrocínios foi de R$ 33,4 milhões. “Este valor é responsável pela manutenção da Gramadotur o ano inteiro, além de garantir a realização dos eventos que não são superavitários”, explica Iara.


A expectativa para este ano é que a ocupação hoteleira alcance a faixa dos 90%. “É bom lembrar que nos últimos anos a oferta de leitos hoteleiros aumentou 8% ao ano e hoje existe a concorrência do aluguel de temporada”, comenta Iara.

 

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para BONECOS DE CANELA DÃO A LARGADA NA TEMPORADA DE ATRAÇÕES

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época