Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ  REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO

O sistema de monitoramento eletrônico de Canela está próximo de virar realidade. Após a instalação de câmeras de vigilância em 53 prédios e espaços públicos, a Prefeitura de Canela está concluindo a segunda etapa do projeto. Serão instaladas mais 28 câmeras em 17 pontos estratégicos da cidade. Para garantir o cercamento eletrônico, todos os acessos e as principais ruas foram contemplados. Os postes e a infraestrutura para o funcionamento das câmeras serão instalados até domingo (29). O sistema deve entrar em operação até o final de dezembro. “Na próxima semana, devemos começar a instalação da infraestrutura no quartel da BM de Canela, que foi totalmente reformado e vai receber a sala de monitoramento”, adianta o secretário de Governança de Canela, Vitor Müller.
Para Müller, o sistema vai trazer tranqüilidade para o turista e segurança para a comunidade. “Queremos fazer o melhor para o Município. Não apenas para os turistas, mas para o canelense. O sistema vai auxiliar o trabalho da Brigada Militar e da Polícia Civil e dar mais segurança para os moradores. O prefeito Constantino Orsolin costuma repetir que o dinheiro dos impostos é revertido em benefícios para a própria comunidade”, frisa o secretário.

ECONOMIA

Conforme o secretário, a instalação e a manutenção dos equipamentos é responsabilidade da empresa DGT, que foi a vencedora da licitação. Com custo mensal de R$ 54 mil, o contrato tem validade de 36 meses e pode ser prorrogado por mais 12 meses. Em função do regime de comodato, a Prefeitura de Canela não gasta com a compra e a instalação dos equipamentos. “O sistema é um dos melhores do mercado na atualidade. O contrato de comodato garante economia aos cofres públicos e possibilita que tenhamos sempre equipamentos de ponta e em perfeitas condições de uso”, explica Müller. “Se alguma câmera for danificada, a empresa faz a troca”, completa o diretor de Modernização e Tecnologia da Informação da Prefeitura de Canela, Eduardo Macedo.

SISTEMA integrado e SEMPRE EM constante EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

O sistema de cercamento eletrônico faz parte do Plano de Segurança Pública de Canela, que foi criado a partir de um Terno de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público (MP). Além das câmeras, o plano engloba a reforma do quartel da BM de Canela, que está em operação e deve ser inaugurado em breve.
Conforme Eduardo Macedo, após a conclusão do cercamento eletrônico, o próximo passo é dar ainda mais inteligência artificial ao sistema, além de ampliar os pontos de vigilância. “Queremos trabalhar com a constante modernização dos softwares. O contrato prevê o compromisso de acompanhar a evolução tecnológica. Prevê a manutenção dos aparelhos e a substituição caso fiquem obsoletos”, diz Macedo.
De acordo com o diretor, as câmeras instaladas nas ruas de Canela são multifuncionais que permitem tanto ampliar o zoom como capturar ângulos abertos em 360°. “Enquanto uma faz patrulha, outra pode fazer rastreamento. São 17 pontos, mas teremos mais de uma câmera em cada ponto. Na divisa com Gramado, por exemplo, serão quatro câmeras pegando a entrada e a saída de veículos”, explica.
Macedo observa que o sistema será operado pela Brigada Militar com as imagens espelhadas para a Polícia Civil e Departamento de Trânsito da Prefeitura de Canela. “Também existe a possibilidade de espelhar as câmeras na sede do 1° BPAT, que fica em Gramado”, diz.
Conforme ele, a sala de operações ficará na sede do quartel do BM Canela, mas o servidor com backup de imagens será instalado em um prédio público. “O local não será revelado por questões de segurança. A central de monitoramento fica na BM, mas teremos um Data Center separado para garantir a proteção dos dados”, explica.
Segundo o diretor, o software instalado nos equipamentos vai auxiliar em trabalhos de investigação da Polícia Civil, além de contribuir com o patrulhamento feito pela Brigada Militar. “O equipamento possui filtros de buscas para identificar suspeitos ou localizar veículos”, afirma. 

 CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ  REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO

Vitor Muller e Eduardo Macedo

CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ  REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO

MONITORAMENTO em prédios e espaços públicos será ampliado para os principais acessos de Canela

CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ  REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO

INSTALAÇÃO dos postes deve ser concluída até domingo

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para CERCAMENTO ELETRÔNICO SERÁ REALIDADE ATÉ O FINAL DO ANO

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época