Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
CIDADE DO FRIO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

CIDADE DO FRIO

CIDADE DO FRIO

Urupema é uma daquelas cidades pequenas que tem seus encantos naturais mais fortes do que os urbanos. Localizada no Planalto de Santa Catarina, entre São Joaquim e Urubici, tem como slogan o de ser a cidade mais fria do Brasil. De fato, sua localização a uma altitude média de 1.425 metros acima do nível do mar, faz deste pequeno município um lugar realmente frio. Perto do centro urbano, ergue-se o Morro das Torres com 1.750 metros, onde se localizam as torres de telefonia da região. Ali a vista é panorâmica, podendo ser escolhido o quadrante a ser apreciado. Uma ondulação de morros cobertos ora de matas densas de araucárias, ora mosaicos de culturas de maçã, batatas, uvas viníferas, morangos e campos nativos de pastoreio. Aqui neste morro, nos invernos mais severos, as baixas temperaturas congelam tudo, inclusive os arroios e cascatas que se formam por perto. Por este motivo um dos pontos turísticos é a “Cascata que congela”, um arroio que emerge das turfeiras do Morro da Torres e que é formador do Rio Caronas, cria uma pequena cachoeira que literalmente congela naqueles dias mais severos, onde já houve registros de uma sensação térmica de - 25ºC.


Neste período de outono de 2022, quando estive fazendo o trabalho dos Papapinhões aqui na região, observei que o cenário urbano estava bastante alterado, com as principais ruas sendo abertas com valas para colocação de canos. Conversando com o Secretário de Turismo, Sr. Antenor Neto, o Tena, soube que era uma obra para canalização e tratamento do esgoto sanitário. Isto garantirá a boa qualidade da água devolvida que segue daí para outras regiões através do rio Lava-tudo, na bacia do Pelotas. Importante este fato por ser feito ainda com a cidade com pouco mais de 2.400 habitantes, fato que eu automaticamente comparo com Canela, que começou este processo já com mais de 30 mil viventes. Aqui o papagaio é reverenciado e cuidado, já que foi esta a região escolhida por estas aves para passarem os meses de outono e inverno. O pinhão é abundante e eles se fartam desta preciosa semente até o final da safra, que coincide aproximadamente com o final do inverno. É quando os bandos do papagaio-charão iniciam sua migração para o Rio Grande do Sul, para fazerem a sua reprodução. Os biólogos da RPPN Papagaios de Altitude Jaime Martinez e Nêmora Prestes calculam que o bando de papagaios-charão esteja em torno de 20 mil indivíduos, fato que enseja muita atividade de um turismo especializado em observação de aves nesta época, além de um festival anual sobre o papagaio-chão, onde se reúnem especialistas em psitacídeos (grupo dos papagaios) para discutirem assuntos relacionados. Urupema me encantou de imediato pelo seu tamanho, seu entorno com montanhas muito altas, pelos vales, pelos pinheiros, pelo frio, pelas nascentes que são muitas, pelos papagaios, pelas culturas agrícolas e pelas pessoas acolhedoras e simpáticas que bem recebem quem aqui chega.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para CIDADE DO FRIO

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época