Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
CULINÁRIA BRASILEIRA - O PIRÃO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

CULINÁRIA BRASILEIRA - O PIRÃO

 

De origem indígena (termo do tupi), o pirão (corruptela de ipurô - segundo Teodoro Sampaio), esse prato tão brasileiro é muito mais que um simples “caldo engrossado”, como poderemos ver a seguir, conforme Câmara Cascudo em seu Dicionário do Folclore Brasileiro.


O pirão:


Espécie de massa, mais ou menos consistente, feita de farinha de mandioca, ou fubá de milho, ou batata inglesa, para comer com carne, com peixe ou qualquer outra iguaria.


O pirão é preparado de vários modos: com água e sal, frio ou quente, ou caldo de carne, peixe, marisco ou carangueijo...


Escaldado:


É feito com caldo a ferver sobre a farinha ou vice-versa.


Mexido:


Com farinha, água ou caldo mexido na vasilha posta no fogo, tomando assim uma consistência glutinosa.


Angu de manteiga:


Preparado com farinha sessada (peneirada), mexido ao fogo e alisado no prato com manteiga.


Pirão-d’água:


É feito de água fria, também chamado “cru” ou “solto”; tem também o de “galinha”, para alimentação dessas aves.


Algumas citações reverenciando o pirão:


“Há farofas tão mal feitas que parecem pirões-de-galinha” (América Ilustrada, 18-75). “O soldinho que venço, vai chegando para os pirões” (O Guarda Cívico, nº 5 de 1878).


Outros ditados, todos tendo o pirão, como sinônimo de alimento:


“Onde cabe pirão, cabe muita coisa”.


“É muito bom achar um pirãozinho feito”.


“Quem come do meu pirão, leva do meu bordão”.


Conforme Luís da Câmara Cascudo (História da Alimentação no Brasil “Mingau e Pirão” - 1967), “a adaptação do europeu e do africano à farinha foi um elemento decisivo da fixação demográfica. De sua universalidade há essa tradução de pirões como significando alimentação e mesmo vida, existência”!


Hoje, não nos surpreendemos com a popularidade da farinha e, por extensão, dos pirões em seus mais diferentes feitios na culinária tradicional do Brasil e também aqui no Rio Grande do Sul... a nossa terra!


Da sapiência dos almanaques: quem carrega o balde, é que valoriza cada gota de água.

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para CULINÁRIA BRASILEIRA - O PIRÃO

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época