Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!


As páginas do Nova Época conhecem bem Márcio Cavalli, que assinou centenas de reportagens no jornal onde foi editor-chefe do relançamento do periódico em 2013 até maio de 2019. Quem convive com Márcio sabe de seu apreço pelas letras, pelas tradições gaúchas, conhece seu faro para os fatos relevantes para a comunidade e, de uns anos para cá, sua dedicação ao resgate de acontecimentos e histórias de vida em Canela. Para tudo isso citado, tem por trás uma expertise que ele foi buscar.

O Márcio escritor e leitor voraz é formado em Letras na UCS e membro da Academia de Letras dos Municípios do RS. O Cavalli tradicionalista é membro da Comissão Gaúcha de Folclore, instrutor de danças gaúchas de salão e foi curador da Semana Farroupilha de Canela. O Márcio repórter e editor é jornalista graduado pela Feevale. Já o Márcio que ajuda a resgatar o legado de quem construiu Canela é historiador com registro pela Lei Federal 14.038.

Afeito ao estudo, nos últimos anos Márcio reservou um tempo para outra paixão e tornou-se advogado pela UCS. Recebeu a carteira da OAB em maio desse ano e hoje é assessor jurídico na Prefeitura de Canela, lotado na Secretaria da Fazenda. Unindo duas predileções, na área do Direito está finalizando uma obra sobre o patrimônio cultural material de Canela.

Quando ainda iniciante no jornalismo, Márcio Cavalli já começava a mexer no baú da história de Canela e da região e uma primeira investida foi reconstituir a trajetória da nossa Festa de Caravaggio, no jornal Integração em 2005, inclusive questionando a contagem de edições de evento oficialmente divulgada. Já aqui no Nova Época, tomar para si a redação da série “Os Canelistas” lhe deu ainda mais tarimba, porque as semanas eram curtas. O ciclo virtuoso de contatar o entrevistado, gravar a entrevista, coletar imagens, redigir e supervisionar a diagramação da página tinha que se encaixar no cronograma de levar a cabo outras pautas.

Os Canelistas também geraram dois livros com 100 relatos cada e um terceiro está no aguardo para ser impresso.


O REGISTRO DE UMA BELA HISTÓRIA

Saiu da gráfica a obra Emma e Fioravante, escrita por Márcio Cavalli a convite dos descendentes de um casal de origem italiana de grande participação comunitária em Canela. Em 103 páginas, a trajetória de Fiora e Emma Stopassola é esquadrinhada, dos primórdios na linha gramadense Pedras Brancas, na década de 1920, aos dias de hoje, em que dona Emma, viúva, aos 96 anos continua com vitalidade servindo de exemplo aos filhos, netos, bisnetos e trinetos.

O livro não será comercializado e há uma edição virtual (e-book) disponibilizada sem custo para interessados que contatarem pelo fone 54 9 9134 5646.

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!
Márcio Cavalli e "Emma e Fioravante"


FACHADA PRESERVADA, HISTÓRIA GUARDADA

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!

Um brinde à chef Roberta Rech (na foto), a Felipe Tomazzi e ao premiado assador Fernando Schimanoski, que revitalizaram um antigo espaço na Praça João Corrêa, em Canela. Criaram o belo Capullo Bar e Restaurante preservando a fachada do prédio.

 

DE KOMBI NO MUNDO - V

"A vida é muito curta para se dirigir carros chatos", é o recado dado em inglês na traseira da Kombi 98 dos venezuelanos Maria de Fátima Gonçalves Perdigão e David Casasanta. A tradução da frase enseja um duplo sentido: os "carros chatos" podem ser os sedans, ou todos aqueles que não proporcionam o prazer de viajar com calma na caminhonete que tem fãs no mundo inteiro.

Nesta viagem programada para durar um ano, eles partiram de Ciudad Guayana, no seu país, no final de abril desse ano e largaram a Kombi mapa abaixo. Entraram no Brasil por Boa Vista, conheceram Manaus, navegaram na Amazonia, passaram por Brasília, Belo Horizonte, Rio, Curitiba, Florianópolis, chegaram em Canela em julho e vão a Ushuaia.
Ela comerciante, ele eletricista, veja mais sobre suas expedições no Instagram @kombi_churris.

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!

ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para ELE PESQUISOU, RESGATOU, ESCREVEU. E FEZ DIREITO!

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época