Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR

FUTURO E PROGRESSO


EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR

O futuro de Canela está sendo planejado a quatro mãos. A expressão consiste na atualização do Plano Diretor. Um trabalho exaustivo, visionário, detalhista e que envolve vários profissionais. Os estudos iniciaram oficialmente em 15 de agosto e, atualmente, estão na fase final de coleta de dados de secretarias municipais e entidades de segmentos que estão relacionados com o desenvolvimento da cidade. O plano foi atualizado pela última vez em 2002 e revisado em 2012. De lá pra cá, a população residente atingiu 48.946 habitantes e o fluxo turístico vem crescendo anualmente, atraindo empreendimentos milionários.
Responsável pela atualização do Plano Diretor, o secretário de Meio Ambiente, Alfredo Schaffer (PSDB), ressalta que o projeto do planejamento urbano é pautado por pilares como a construção civil, ocupação de solo e mobilidade urbana, mas impacta diretamente em áreas como a educação, saúde e assistência social, entre outras.
“Não estamos tratando somente de construção civil, mas do futuro da cidade”. A partir da junção das informações, o próximo passo será a elaboração de um diagnóstico sobre quais são e a real dimensão dos problemas estruturais que Canela enfrenta para avançar em seu desenvolvimento socioeconômico. “Depois, vamos desenhar o que queremos e como queremos”, comenta Schaffer. Para o secretário, Canela tem um crescimento acelerado. “Diante disso, precisamos definir questões como escoamento viário e adensamento de bairros”, explica Schaffer.
A concentração de edificações, população e de serviços em determinados pontos da cidade é vista como um caminho a ser seguido para amenizar o fluxo de veículos, principalmente, na área central. No entanto, o adensamento não deve refletir somente na mobilidade urbana, mas também na ocupação de solo. A intenção é que alguns bairros concentrem atividades mistas para evitar deslocamentos. Para isso, as regras do Plano Diretor deverão ser modificadas permitindo a implantação de negócios e mais unidades habitacionais. “Sou favorável a verticalização. Vamos propor essa pauta em alguns bairros para melhor ocupação de terrenos e criar mais zonas mistas”, comenta. Ele aponta problemas como o tratamento de esgoto, mobilidade urbana, acesso a bairros e ocupação de solo como pontos sensíveis na atual radiografia da cidade. “Alguma coisa do atual Plano Diretor será aproveitada, mas ele será quase que totalmente modificado”.
Modificações na planta viária deverão ocorrer, mas, por hora, Schaffer ressalta que estratégias para maior fluidez no trânsito estão sendo pensadas e informações estão sendo compiladas para a implantação ser avaliada. Ou seja, novas vias poderão ser traçadas para escoar o tráfego de veículos. “Vamos começar a rascunhar possíveis ligações de ruas e bairros para quando a cidade expandir termos essa carta na manga”, vislumbra Schaffer.
O secretário ressalta que o Plano Diretor trabalha em duas frentes: a pública, que busca mapear a cidade para os próximos 15 anos, indicando inclusive possíveis terrenos que possam a ter utilidade pública; e, por outro lado, o setor privado, que aborda taxas de ocupação de solo e de índice construtivos. “A possível compra de índices vai entrar em pauta nas discussões finais sobre o novo Plano Diretor. Atualmente, em Canela, não é permitida a aquisição de índices de construção”, afirma Schaffer.
Dentro da reformulação do Plano Diretor, a participação comunitária no novo planejamento urbano ocorrerá em duas oportunidades. Denominadas de Oficinas Territoriais, o poder público com o auxílio de instituições especializadas realizará, a partir de novembro, encontros em bairros com a finalidade de identificar as necessidades estruturais e eventuais melhorias que podem ser executadas. No cronograma de elaboração das novas regras do Plano Diretor, audiências públicas estão previstas para abril de 2024. Na prática, a comunidade poderá auxiliar na construção do plano apontando alternativas para os problemas de Canela. “Será a atualização mais importante dos últimos 20 anos. Reflete em todas as áreas, inclusive no direcionamento de investimentos públicos. Vai trazer regras mais claras e mais objetivas. Vamos olhar para frente o máximo possível”, comenta Schaffer, referindo-se ao planejamento da cidade para os próximos 15 anos.

 

EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR
NOVO planejamento urbano apontará estratégias para melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida da população
Fotos: Lucas Dias/Divulgação

 

TRÊS EIXOS COMO PILARES

A elaboração do Plano Diretor vem sendo executada em parceria da Prefeitura com a Fundação Luiz Englert. Uma equipe multidisciplinar da entidade, coordenada pelo professor Benamy Turkienicz, tem prazo de 12 meses para a conclusão dos trabalhos. Desenvolvido em conjunto com a comunidade, o Plano Diretor será norteado por três eixos centrais: Preservar o Meio Ambiente, Promover a qualidade de vida e Garantir o desenvolvimento sustentável. “Não trabalhamos com regras, normas ou leis que visam restringir, mas com normativas que são feitas com o objetivo de estimular a qualificação do ambiente natural, social e econômico de uma cidade. Todas essas questões não são mutuamente excludentes, elas convergem, e a arte de fazer o plano é justamente estabelecer os elementos através dos quais essa tríade possa convergir e se tornar uma coisa só como vetor de qualificação de um município”, analisa o professor Benamy Turkienicz.
O cronograma de trabalho segue até agosto de 2024, incluindo apresentação de base de dados, relatórios e diagnósticos, capacitações com servidores, reuniões e audiências públicas com a população. “Vamos discutir cada etapa do projeto com os técnicos da Prefeitura. Todas as conclusões e diagnósticos serão documentados e explicitados através de sessões com os técnicos para demonstrar como chegamos aos resultados”, revela Turkienicz.

 

EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para EM CONSTRUÇÃO, O NOVO PLANO DIRETOR

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época