Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
Entre o Bah! e o Tchê!
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Entre o Bah! e o Tchê!

O gaúcho, como se sabe, tem um jeito todo especial de falar. Mais que isso, muitas expressões hoje dicionarizadas se incorporaram ao dia-a-dia do gaúcho e do brasileiro.
O professor Luís Augusto Fischer selecionou uma ponchada dessas expressões que, separadas por assunto, se apresentam...

Na alimentação
- Chuleta: Corte de carne da costela (no Brasil inteiro, se chama “bisteca”). Em inglês, é “t-bone”, porque o osso aparece em forma de “T”.
- Tomate gaúcho: num raro assombro de ufanismo, chamamos assim aquele tomate maior, que é o “tomate para salada”. Opõe-se ao “paulista”, bem menor.
- Xis: sanduíche originalmente chamado de “cheeseburger”, o que indicava a presença de queijo no mesmo. Hoje, popularizou-se de tal forma, que temos “xis” sem “cheese”: xis galinha, xis salada, xis bacon...
Tipos humanos
- Cheio de nove horas: É o sujeito com muitas manhas, manias. Também usado para designar alguém muito mimado.
- Socado: Diz-se do sujeito que é baixo e gordo. Faz alusão ao recipiente muito cheio, em que se socaram as coisas para caberem.
- Estropiado: Quem está muito cansado, estafado. Primeiro parece que se usava só para cavalos. Mas se usa francamente para seres humanos. Pouco usado é o verbo estropiar.
No esporte
- De lavada: É ganhar com facilidade e/ou com autoridade. No futebol, quase sempre implica em goleada. Nos demais esportes, simplesmente ganhar com folga.
- Sapata: Aquela brincadeira que, no Brasil inteiro, chama-se “amarelinha”.
- Encardido: Diz respeito ao jogo que está complicado, difícil. Quando o jogo caminha para um desfecho ignorado.
Manias de linguagem
- De em pé: Assim como se anda “de a pé”, no ônibus se viaja “de em pé”, com essa redundância de preposição.
- Toda vida: É o mesmo que “claro!”, “sem dúvida alguma”.
Cultura e costumes
- Bico: Sinônimo muito nosso para a chupeta. Há ainda “dar uns bicos” (sair); “dar um bico” (chutar a bola com o bico do pé); “dar de bico” (ignorar). E tem ainda o “bico” de luz, fazer um “bico”, estar de “bico”...
- Matar a pau: Acabar com a situação, arrasar, se dar bem. Jogar bem ou resolver bem uma parada.

Assim, o gaúcho, “metendo os peitos” e “abafando”, leva para todo o Brasil, a cultura típica do Rio Grande do Sul... a nossa terra!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Entre o Bah! e o Tchê!

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época