Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
ESTUDO APONTA QUE 85,1% DOS  PACIENTES ESTÃO RECUPERADOS
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

ESTUDO APONTA QUE 85,1% DOS PACIENTES ESTÃO RECUPERADOS

Os três primeiros casos de coronavírus em Canela foram confirmados no dia 13 de maio e, desde então, a Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, realiza um estudo para monitorar o comportamento do vírus no município. Os primeiros levantamentos contabilizaram dados entre 13 de maio e 14 junho, quando Canela tinha 29 casos confirmados.
Já na segunda etapa do estudo, com dados coletados até 15 de julho, o número de casos confirmados saltou para 91, representando um crescimento de 214% em dois meses. A secretária de Saúde de Canela, Patrícia Valle, faz um alerta de que os números comprovam que o momento exige atenção total e comprometimento de todos. “Não podemos relaxar. Pelo contrário, é preciso evitar reuniões familiares e aglomerações”, comenta Patrícia.
Na procedência do contágio, o estudo aponta que 85,1% dos infectados contraíram o coronavírus aqui em Canela, com o vírus circulando na comunidade local. Na sequência, estão os estados de São Paulo (5,7%), Minas Gerais (3,4%) e Pará (2,3%), seguidos pela capital dos gaúchos, Porto Alegre, com 2,3%.
Assim como no primeiro mês de monitoramento do vírus, o Centro da cidade segue sendo o bairro com maior número de casos, registrando 17,2% dos pacientes infectados. Conforme a enfermeira epidemiologista Marta Vaccari Batista, que liderou o estudo, o número está dentro da normalidade por tratar-se de uma região com grande circulação de pessoas, além de possuir comércios e restaurantes.
Outro fator que merece destaque é o bairro Luiza aparecer na 2ª colocação no número de casos com 10,3% dos infectados. O bairro não possui uma grande população, no entanto, conta com muitas residências de veranistas de outras cidades que passam períodos em Canela.
ASSINTOMÁTICOS
Entre os 91 pacientes infectados analisados no estudo, 32,4% foram assintomáticos, ou seja, eram portadores da doença, mas não exibiram sintomas. O sintoma mais comum entre os infectados foi a febre, que esteve presente em 13,7% dos pacientes. Tosse seca (12,9%), dor no corpo (7,9%) e dor de cabeça (7,9%) também estão entre os sintomas mais relatados pelos infectados.
DESFECHO POSITIVO
Dos 91 pacientes analisados no período de dois meses, 74 foram considerados recuperados, representando um desfecho positivo para 85,1% dos casos. Cinco pacientes estavam hospitalizados, sete pessoas eram consideradas como casos ativos e havia um óbito registrado. Em relação à faixa etária, a maior parte dos infectados, 27,6%, eram de pessoas com idade entre 30 a 39 anos. As mulheres somavam 52,9% dos casos, enquanto que os homens representavam 47,1% dos infectados. “O acompanhamento é fundamental e serve como base para as ações de enfrentamento da pandemia”, avalia a enfermeira epidemiologista Marta Vaccari Batista.

PREFEITOS ENTENDEM QUE NÃO É MOMENTO DE ASSUMIR RESPONSABILIDADES NO DISTANCIAMENTO CONTROLADO

O governador do Estado, Eduardo Leite, encaminhou ofício ao presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Emanuel Hassen de Jesus, para apresentar uma proposta de cogestão regional do Modelo de Distanciamento Controlado, tendo em vista o elevado volume de contestações dos municípios, associações e entidades empresariais. Com a macrorregião da Serra em bandeira vermelha, a proposta foi colocada em pauta na terça-feira (28), durante reunião por videoconferência que contou com a participação de prefeitos de todas as regiões do Estado. Nesta sexta-feira (31), o governador divulga novo mapa preliminar das classificações de risco.
Entre os prefeitos que se manifestaram, foi consenso de que não é o momento de transferir a responsabilidade para os municípios. Os chefes do Executivo entendem que o estágio da pandemia é avançado em praticamente todas as regiões do Estado. No entanto, os prefeitos solicitaram maior poder de participação nas decisões, de acordo com as características de cada região. “O modelo atual é intransigente e inflexível. Não reflete a nossa realidade como região e município”, comentou José Carlos Breda, prefeito de Cotiporã e presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne).
No final do encontro, ficou definido que a Famurs encaminhará ofício ao Governo do Estado, solicitando uma reavaliação da flexibilização para pequenos comércios, restaurantes e lancherias. “Outros pleitos da nossa região tratam da hotelaria e dos parques. Não queremos tirar o poder de decisão do Estado, mas sim participar do processo”, pontua o prefeito de Canela, Constantino Orsolin.

CANELA SOMA OITO ÓBITOs POR COVID-19

Canela confirmou três mortes por Covid-19 nesta quinta-feira (30) e chegou à marca de oito óbitos pela doença nesta semana. No começo da tarde, ocorreu a confirmação da sétima morte pela doença. Um paciente de 83 anos, que possuía comorbidades relacionadas a hipertensão e que estava internado na UTI do Hospital Geral de Caxias do Sul. Depois, o Centro de Operações de Emergência (COE) recebeu o resultado positivo do exame de um paciente que faleceu na terça-feira (28), no Hospital de Caridade de Canela (HCC). Com 69 anos, possuía comorbidades relacionadas a problemas cardíacos e diabetes.
O sexto óbito de residente foi confirmado pela manhã. Um paciente de 56 anos, que também faleceu no Hospital Geral de Caxias do Sul e conforme o boletim médico possuía comorbidades relacionadas a diabetes, hipertensão e obesidade.
Atualmente, 20 pacientes de Canela estão hospitalizados: 11 tiveram diagnóstico positivo para o coronavírus e nove ainda aguardam os resultados dos exames. Os pacientes estão no HCC e em casas de saúde de Caxias, Gramado e Garibaldi. No último balanço, foram considerados recuperados mais 12 pacientes nas últimas 24h, totalizando 170 pessoas recuperadas. Canela possui 58 casos ativos (infectados no momento) e registra 236 casos confirmados desde o início da pandemia.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para ESTUDO APONTA QUE 85,1% DOS PACIENTES ESTÃO RECUPERADOS

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época