Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
Feriadão para confirmar a retomada econômica
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Feriadão para confirmar a retomada econômica

As comemorações da Independência do Brasil serão atípicas mais uma vez. Por conta de prevenção ao avanço da pandemia, assim como no ano passado, o tradicional Desfile da Pátria, ao menos em Canela, está suspenso (e não cancelado).
Por isso, na próxima terça-feira (7), as ruas centrais da cidade, a exemplo do restante do País não serão coloridas de verde e amarelo ou tomadas por milhares de estudantes, familiares e integrantes de entidades que percorriam a Felisberto Soares.
Porém, devido à quantidade de pessoas envolvidas na celebração e a tradição que a festividade representa para Canela, o desfile poderá ocorrer em novembro, mas tudo vai depender da situação pandêmica que o Brasil estiver enfrentando.
Se for possível a realização do desfile, cerca de oito mil alunos da rede municipal, estadual, particular, forças de segurança e entidades, além do público poderão demonstrar toda reverência à Pátria.
A expectativa é de que o brilho do Desfile Cívico previsto para ocorrer em dois meses seja mantido pelas apresentações das diversas bandas marciais que existem na cidade. Os estudantes estão ensaiando desde 23 de agosto, quando foram retomadas as aulas integralmente presenciais.
Por outro lado, o feriadão de 7 de setembro deverá fortalecer a economia da cidade e região. Lideranças do setor turístico vivem a expectativa de um grande movimento de visitantes, com intensa procura pelo comércio, rede hoteleira, restaurantes, atrativos e outros segmentos.
Para o presidente do Sindicato da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias (Sindtur/Serra Gaúcha), Mauro Salles, a data “trará um pouco mais de alento nesta retomada econômica”. Ele acredita que a taxa de ocupação da rede hoteleira deverá ficar próxima de 75%, que é o percentual limite estabelecido pelos protocolos sanitários. “Se fosse em condições normais, já teríamos atingido 75% de ocupação nos hotéis. Alguns empresários relataram estarem apreensivos por conta das manifestações que estão previstas, com receio de não atingirem todas as vendas, mas na última hora devemos chegar próximo de 75% de ocupação”, comenta Salles.
Ele também salienta que a retomada econômica na cadeia hoteleira segue a passos largos. “Realmente a retomada tem sido boa. Tivemos um bom movimento até nestes meses que são considerados de média temporada, como agosto, setembro e outubro. Estamos com um bom movimento. Acreditamos que para o fim do ano a retomada será melhor ainda, provavelmente até lá se tudo correr bem, talvez o governo do Estado libere uma ocupação maior para a hotelaria, que é um pedido nosso”, frisa Salles. “Se liberar, vamos ter um reforço ainda maior para os hotéis que passaram quase um ano e meio com muita dificuldade. Isso será bom também para a gastronomia e comércio, porque todo mundo ganha quando o movimento é maior”, afirma.

A PROCURA POR CANELA COMO DESTINO VEM NUMA CRESCENTE

Principal agência de turismo da região, a Brocker Turismo é responsável por atrair e receber milhares de turistas anualmente. Após o pior momento da pandemia, a agência tem relação direta com o fortalecimento da economia de Canela. Conforme a diretora do Grupo Brocker Turismo, Carlise Bianchi, o destino Canela vem numa crescente todos os meses. “O feriado será muito positivo, mas o comportamento e o crescimento estão acontecendo no mês todo. Comparando com 2019, temos um crescimento na casa de 15% nos últimos meses e entendemos que, com o advento do Natal, agora em outubro, a tendência é que tenhamos um final de ano expressivo para nossa região”, avalia Carlise. “A Serra Gaúcha tem sido um dos principais destinos escolhidos pelos brasileiros nessa retomada”, afirma.
PREJUÍZOS
Canela e região concentram vários parques temáticos, que são responsáveis pela atração de diferentes públicos que fazem a roda da economia girar. “Os parques estão preparados para receber os visitantes com todos os cuidados”, destaca a presidente da Associação de Parques e Atrações da Serra Gaúcha (Apasg), Manoela da Costa Moschem. “A nossa expectativa também é recuperar uma parte do prejuízo que tivemos ao longo desses oito meses que estivemos fechados”, finaliza Manoela.

FIM DA BAIXA TEMPORADA

O bom andamento da retomada econômica colocada em prática após o período crítico da pandemia tem inspirado e refletido nos cofres públicos e na economia em geral. O feriadão de 7 de setembro é praticamente a largada para a atração de grande público flutuante para Canela, uma vez que nos próximos meses, a cidade será um dos principais destinos natalinos do país, além de sediar outros eventos. Responsável pela gestão do turismo na esfera municipal, o secretário Ângelo Sanches, está otimista quanto ao feriado e o avanço da economia para os próximos meses. “Canela vem se destacando, cada vez mais, por ser um destino seguro. Nossa expectativa é de que não haverá mais baixa temporada até a Páscoa do ano que vem” acrescenta o secretário.

FERIADÃO PARA LOTAR

A opinião do secretário Ângelo Sanches também é compactuada pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Canela (ACIC), Lucas Dias, que acredita que a economia local entrará nos trilhos novamente nos próximos meses. “A expectativa da ACIC é de um feriadão lotado de turistas com muita gente circulando pelo comércio local. É a mesma expectativa para o restante do ano. Com o começo das festividades de Natal, devemos receber um número ainda maior de turistas que irão ajudar nessa retomada, reanimando as empresas e aquecendo a economia”, opina Dias.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Feriadão para confirmar a retomada econômica

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época