Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
O BURRO: HISTÓRIA E FOLCLORE
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O BURRO: HISTÓRIA E FOLCLORE

O BURRO: HISTÓRIA E FOLCLORE

(consultando o “amansa burro”...)


“Pau pra toda obra”, como diz o ditado, o burro tem participação no mínimo interessante, na história da humanidade.

Para começo de conversa, quando falamos em “burro” devemos saber a quem nos referimos, pois a família é grande!

Pertencem à família dos Equidae: o jumento, asno ou jegue (Equus asinus Linnaeus, 1788); o burro (Equus asinus Linnaeus,1766) e a mula (Equus asinus Linnarus,1758).

Falando sobre expressões, que tratam do assunto, nada melhor que lançarmos mão de um “amansa-burro” para citar alguns comparativos e expressões populares.

Na obra “Linguajar Tropeiro”, dos amigos e historiadores Luiz Antônio Alves e Sérgio C. de Oliveira encontramos muitas expressões, ditos, usos e costumes...
Um causo:

“A mulher precisa de 7 bichos para ser feliz:
Um veado no cabeleireiro, um vison no guarda-roupas, um leão na cama, um jaguar na garagem, um cão de guarda para protegê-la, um canário para cantar para ela e um burro para pagar suas contas”.

Provérbios e ditados:

Burro velho, não pega trote (querer mudar os hábitos de alguém).

Se ferradura desse sorte, burro não levava carga (sobre o fato da ferradura simbolizar “sorte”).

Não se deve confiar em mula tropeira e nem em mulher faceira (serve de advertência).

Dar com os burros n’água (se dar mal).

Burro de carga (pessoa que trabalha demais).

Quando um burro fala, o outro murcha as orelhas.

Pela andadura da besta, se conhece quem monta (constatação).

E o burro, na poesia popular:

“Se eu soubesse de certeza
que tu me querias bem
me atirava nos teus braços
como burro no azevém”. (Cruz Alta/RS)

E, assim, uma infinidade de expressões (pensando, morreu um burro, cor de burro quando foge, sua mula manca!) envolvendo os muares, de que se vale o Folclore, para contar as coisas do interior do Rio Grande do Sul... a nossa terra!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para O BURRO: HISTÓRIA E FOLCLORE

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época