Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
O QUE A COCA-COLA TEM DE MAL?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O QUE A COCA-COLA TEM DE MAL?

 

Anos atrás, fomos alertados de que o consumo regular de refrigerante traria problemas como ganho de peso, diabetes e celulite. É verdade, beber refrigerante contribui para tudo isso. Só que o tempo passou e hoje sabemos mais sobre as consequências do seu consumo: refrigerantes são acidificantes!


Acidez e alcalinidade é a forma como nos referimos ao pH de algo. Todas as substâncias possuem características de pH. Para determinar se uma solução é mais ácida ou mais alcalina, usa-se um aparelho de leitura e uma escala numérica que vai do 0 ao 14. Quanto mais próxima do zero uma solução está, mais ácida ela é. Valores entre 6,5 e 7 correspondem a uma faixa neutra. Acima disso já entramos na alcalinidade.


Nós somos alcalinos, e todas as funções metabólicas do nosso organismo esperam se manter num meio alcalino. Para você ter uma ideia, o pH do sangue é 7,35-7,45. Quando provocamos situações ácidas, como consumir refrigerante, automaticamente nosso corpo aciona mecanismos para neutralizar a acidez; ele retira cálcio dos ossos, pois o mineral cálcio atuará como alcalinizante do organismo.


Por isso se diz que refrigerantes enfraquecem os ossos, o cálcio é o principal mineral de reserva do osso, e ele é mobilizado para resolver situações como essa.


Não fique apavorado se você só toma Coca-cola de vez em quando. Agora, todo dia não dá. Beber refri é uma situação acidificante. Ele é artificial e seu pH está na faixa de 2,5.


A versão sem açúcar não suaviza em nada esses malefícios.

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para O QUE A COCA-COLA TEM DE MAL?

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época