Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
O vale do Rio Silveira
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

O vale do Rio Silveira

Existe um lugar mágico que encanta e sublima o espírito daqueles que amam o contato com a natureza, local de onde todos viemos e ao qual todos retornaremos. Eu falo de um vale escondido, no final de uma estradinha que também encanta enquanto serpenteia por matas de araucárias e campos dobrados, exibindo alegre os contornos de um rincão que promete muitas surpresas a cada curva vencida. Este lugar é o Vale do Rio Silveira, localizado em São José dos Ausentes, numa região distante cerca de 20 km dos famosos cânions do município.
O Rio Silveira, como todo rio do nosso Planalto, gosta se esparramar pelos lajeados de basalto formando rasos com corredeiras e alguns poços que, no verão, se prestam de forma extraordinária para banhos refrescantes e caminhadas pelos seus meandros. Águas límpidas, frias e convidativas, em alguns lugares se atira em degraus do terreno formando cachoeiras de encantar o mais calejado dos aventureiros. É o caso do Cachoeirão dos Rodrigues, com uma cortina de águas brancas que se dissolve no poço escuro que fica aos seus pés. Ali o banho é garantido, podendo ser de nado ou mergulho devido a sua extensão e profundidade. Descendo mais o rio, encontra-se a pequena Cachoeira do Puma, encaixada entre as rochas negras e recobertas de musgos e líquens. Ela é acessível pela margem direita do através de uma trilha através de uma rara mata de xaxins que me remete ao tempo dos dinossauros. São dezenas de exemplares gigantescos que parecem ter saído de um filme de ficção.
Hospedar-se ou apenas almoçar em uma das duas mais famosas pousadas do vale, é um prazer quase indescritível. A simpatia e o calor humano que o casal Tonico e Rosane, mais o seu filho Samuel, dedicam a quem vem a sua Pousada Cachoeirão dos Rodrigues, é de encantar e criar instantaneamente um vínculo afetivo. Boa comida, bons quartos de uma casa de fazenda e um cenário mágico, fazem desta pousada uma referência.
Outra pousada encantadora, que se localiza pouco antes no vale, é a Potreirinhos, capitaneada com mãos precisas e carinhosas da dona Nilda e seu marido Chico. Estes dois não medem esforços para bem receber e servir os hóspedes que para aqui se aventuram, saboreando comidas campeiras autênticas e de sabor único.
Pois será nesta pousada que ficaremos na nossa próxima aventura no Vale do Rio Silveira, marcada para 5, 6 e 7 de fevereiro. Serão apenas dez participantes e teremos a oportunidade de conhecer lugares icônicos, como o Desnível dos Rios Silveira e Divisa, o Cachoeirão dos Rodrigues e do Puma, o Morro Maracajá e seu entorno de 360 graus de um visual sem precedentes, os mangueirões multisseculares do tempo dos Jesuítas, entre outras atividades.
Ainda restam algumas vagas e, se você se interessou, entre em contato comigo pelo whatsapp (54) 9-9998-5488 ou veja o informativo em: www.vitorhugotravi.eco.br

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para O vale do Rio Silveira

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época