Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
Os velhos almanaques
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Os velhos almanaques

Eles, os almanaques, velhos conhecidos de muitas gerações de leitores, são uma fonte inesgotável de informações e entretenimento para toda a família. Com sua grande e variada gama de assuntos que abordam, foram (e ainda são!) uma espécie de “livro-manual”.
Sobre as rosas:
Das tradições relacionadas com essa flor, está a de que um buquê de rosas dispensa palavras e transmite tudo o que se quer expressar, quando se deseja tocar fundo um coração.
Cuidados com o cabelo:
Para lavar os cabelos, dê preferência à água fria. A água quente pode aumentar a oleosidade dos cabelos.
O condicionador deve ser usado nas pontas do cabelo. Se aplicado no couro cabeludo, aumenta a oleosidade e pode causar o aparecimento de caspa e seborréia.
Sobre a influência das cores:
Rosa: além de tranquilizar, promove a afetuosidade e o amor entre as pessoas.
Verde: equilibra as vibrações da saúde, mas não deve ser usada exageradamente.
Vermelho: desperta o dinamismo, a sexualidade e ativa as energias estagnadas.
Dicas sobre a carne:
A carne temperada “escureceu” na geladeira? Evite isso, pincelando-a com óleo de cozinha.
A carne ficará muito mais macia se, algumas horas antes do preparo, ela ficar descansando com algumas rodelas de abacaxi.
O temido “faz mal”:
Pêssego com leite, faz mal? Uva com melancia, faz mal? Mitos de há muito que, na maioria das vezes, eram “criados” pelas mães para evitar que os filhos pequenos comessem de tudo fora de casa.
Na verdade, o que faz mal, mesmo, é passar fome!!!
Para meditar:
Goste de você. Só assim os outros também irão gostar...
Pessoas interessantes, são pessoas interessadas...
É impossível dar um abraço, sem receber outro em troca…
Seja alguém sempre “à postos”, querendo ajudar.
Os Almanaques e Anuários são fiéis depositários da sabedoria popular e, por extensão, dos usos e costumes do homem em qualquer parte que ele ande. Inclusive no Rio Grande do Sul... a nossa terra.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Os velhos almanaques

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época