Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
Reduzir impacto e gerar renda
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Reduzir impacto e gerar renda

Canela produz mensalmente de 950 a 1.100 toneladas de lixo. São aproximadamente 30 toneladas diárias de resíduos. Do total, apenas 10% é reaproveitado na reciclagem. Após um longo processo licitatório, que começou em 2019, a Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana de Canela deu início, em janeiro de 2021, ao contrato de concessão para coleta, separação, triagem e processamento dos resíduos.
Quem venceu a concorrência, foi a empresa Serra e Mar Transporte. Agora, a vencedora está em fase de adaptação para melhorar o serviço. O objetivo é ampliar o índice de coleta de lixo seco para até 30%. Os investimentos devem ser realizados pela empresa nos próximos 60 dias. No entanto, não bastam apenas equipamentos para melhorar a coleta e campanhas de conscientização. Os índices só irão melhorar caso haja consciência comunitária para reduzir os impactos causados pela displicência na separação dos resíduos.


AOS SÁBADOS
Em caráter experimental por 60 dias, a coleta seletiva terá recolhimento aos sábados. Os caminhões passam também nas terças e quintas-feiras. Já o recolhimento de lixo orgânico, ocorre nas segundas, quartas e sextas-feiras. O secretário de Meio Ambiente, Jackson Müller, destaca a importância da participação da comunidade na separação e na disponibilização dos resíduos para a coleta nos horários e dias programados. “Com campanhas educativas, queremos estimular a participação da sociedade”, diz.
O secretário recorda que a administração municipal trabalha desde 2019 na execução da licitação pública para a realização do serviço. “Tivemos um período bastante crítico entre 2019 e 2020. Foram sete empresas interessadas em operar o serviço e diversas impugnações e contestações até que, em dezembro de 2020, tivemos uma vencedora”, explica.
Para Müller, mandar o lixo de Canela embora para um aterro em outra cidade não é uma atividade que interessa para a prefeitura. “Queremos que o resíduo de Canela fique no município. Seja ele reciclável, gerando trabalho e renda, seja orgânico, que nos interessa pela transformação em composto”, afirma.
O secretário revela que o edital prevê a remuneração por ampliar índices de separação, triagem e processamento. “Investindo na recuperação dos materiais recicláveis a empresa vai ganhar duas vezes”, diz.

COLETA DOMICILIAR
LIXO ORGÂNICO
2ª, 4ª, 6ª - TODOS OS BAIRROS
LIXO SELETIVO
3ª, 5ª e sábados - TODOS OS BAIRROS
RECOLHIMENTO EM BECOS E TRAVESSAS
2ª, 4ª, 6ª
RECOLHIMENTO NO INTERIOR
Último sábado de cada mês

LIXO VERDE
Roteiro 1
Segunda-feira
Alpes Verdes, Santa Teresinha, Centro
Terça-feira
Cedro, Leodoro De Azevedo, Maggi
Quarta-feira
Palace Hotel, Central, Sesi, Eugênio Ferreira
Quinta-feira
Boeira, Celulose, Bom Jesus, São Luiz, Ulisses de Abreu
Sexta-feira
Saiqui, Jardim das Fontes, Distrito Industrial, São Rafael, Canelinha, São Lucas, Mariana


Roteiro 2
Segunda-feira
Serrano, Centro, Santa Teresinha
Terça-feira
Luiza, Suzana
Quarta-feira
Pinheiros, Suíça
Quinta-feira
São José, Santa Marta, Dante
Sexta-feira
Hortênsias
* Para este tipo de coleta a empresa possui dois caminhões, um para cada roteiro.

ÓLEO DE COZINHA
Utilizado para fritar alimentos, tanto em casa quanto em estabelecimentos comerciais, o óleo de cozinha que sobra, além de ter grande potencial econômico, também apresenta um alto risco de contaminação à natureza, caso seja mal descartado. Por falta de informação, esse resíduo é erroneamente jogado em ralos de pias, ou colocado em recipientes fechados no lixo. Porém, o óleo de cozinha pode ter um fim muito mais econômico e sustentável. Em Canela, a Secretaria de Meio Ambiente possui pontos de recolhimento nos seguintes locais:
• Escola Cônego João Marchesi localizada no Bairro Ulisses de Abreu
• Escola Severino Travi localizada no Distrito Industrial
• Escola Bertholdo Oppitz localizada no Bairro São Lucas
• Escola Dante Bertoluci localizada no Bairro São Luiz
• Escola Santa Terezinha localizada no Bairro Santa Terezinha
• Junto ao Prédio do Fórum de Canela ao lado da Prefeitura
• E na Secretaria de Meio Ambiente
• Esse simples ato pode fazer uma grande diferença no nosso meio ambiente. Um litro de óleo de cozinha pode poluir até 25 mil litros de água.
COLETA ESPECIAL
A coleta especial já está inclusa no trabalho de coleta do município, ou seja, o contribuinte não tem nenhum custo, precisa apenas agendar o recolhimento de eletrodomésticos, móveis, colchões, etc. O serviço é feito pela empresa Serra e Mar, que agenda os recolhimentos pelos fones (54) 9 9676 5994 ou (54) 9 9213 7029.

MAIS INFORMAÇÕES
(54) 9 9119 6412
[email protected].

AGENDA AMBIENTAL ENVOLVE COMUNIDADE ESCOLAR

O secretário Jackson Müller salienta que existe um conjunto de medidas financeiras para a empresa poder receber por reciclar mais. “Há uma pauta bem positiva no próprio contrato, estimulando a capacidade de devolver para o circuito produtivo os materiais recicláveis”, afirma.
Além de oferecer estímulos financeiros no edital, a Secretaria de Meio Ambiente trabalha conjuntamente com escolas e professores em projetos para garantir o aumento nos índices de reciclagem. “Existe um potencial de reciclagem em torno de 25 a 30% na coleta seletiva. Uma das maneiras de melhorar é com as campanhas que estamos fazendo junto com a Secretaria de Educação. Na próxima semana, temos uma agenda bem positiva para estimular a participação da sociedade e a ampliação da coleta seletiva”, antecipa Jackson Müller.
Conforme o secretário, a ideia é também estimular a separação da fração orgânica. “Estamos finalizando o projeto que vai distribuir cinco mil baldes plásticos para as crianças que não dispõem de coleta regular. Os resíduos orgânicos oferecem a possibilidade de aproveitamento. Os baldes vão viabilizar que parte da fração orgânica, que hoje vai para a coleta regular, fique na escola através do aproveitamento e uso em composteiras ou possam ser aproveitados em composteiras domésticas. Temos um bom número ainda de moradias com capacidade de fazer isso”, observa. “Nós temos uma agenda ambiental que envolve os professores, que estão bastante engajados na tarefa de buscar a separação do lixo em casa”, completa.

RESÍDUOS SELETIVOS
Papéis – papelão, papéis em geral (jornais, revistas, livros, cadernos), embalagem longa vida, entre outros;
Plástico – sacos, sacolas, garrafa plástica, embalagens de produtos de limpeza, copo descartável e tubos de PVC, brinquedos, entre outros;
Metais – latas de alumínio (refrigerante, cerveja, suco), latas de produtos alimentícios (óleo, leite em pó, conservas), tampas de garrafa, embalagem metálica de congelados, entre outros;
Vidro – garrafas de bebida, copos, potes, frascos de perfume, entre outros.
RESÍDUOS ORGÂNICOS
Restos de alimentos, cascas de frutas, hortaliças, sacos de chá e café, cinzas, embalagens plásticas sujas com resíduos de gordura/sangue, resíduos de banheiro (papel higiênico, toalha de papel e absorventes usados), fraldas descartáveis, guardanapo sujo, fio dental, esponja de aço, panos velhos, entre outros.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para Reduzir impacto e gerar renda

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época