Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
RESCALDO ELEITORAL
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

RESCALDO ELEITORAL

RESCALDO ELEITORAL

No Domingo passado fomos às urnas e confesso que o resultado me surpreendeu em parte.
Vou começar aqui pelo Rio Grande do Sul. Imaginava que no governo do estado, Eduardo Leite venceria com folga, levando Onyx Lorenzoni para o segundo turno com ele. Não acreditava que Edegar Pretto, candidato do PT, tivesse tido tempo de colar seu nome ao de Lula e emplacar uma boa votação.
O que as urnas nos mostraram, entretanto, foi uma subida tão veloz de Edegar Pretto na preferência do eleitorado, que por pouco, não acabou por alijar da disputa de segundo turno, o favorito Eduardo Leite. Por escassos 2400 votos, Leite garantiu sua vaga no segundo turno e vai para o embate contra Onyx Lorenzoni, que de azarão, na minha opinião, passa a favorito. Contribui para isso o apoio titubeante dos PTistas a Leite, uma vez que esse precisa ficar em cima do muro, para não perder os votos dos bolsonaristas que rejeitam Onyx.
No Senado, tivemos a surpreendente vitória de Hamilton Mourão. No meu caso, não tão surpreendente pela vitória sem si, mas pela ampla vantagem que ele conseguiu estabelecer sobre Olívio Dutra.
Sabemos que a eleição ao Senado sempre reserva surpresas. Foi assim com a vitória de Lasier Martins há oito anos atrás. Aliás, Lasier sequer conseguiu se reeleger para deputado federal nesta legislatura. Mas a força da candidatura de Mourão, que canalizou os votos dos bolsonaristas, que poderiam estar divididos entre ele e Ana Amélia Lemos, deu ao vice-presidente uma vitória maiúscula.
Acredito que Mourão será uma das estrelas deste senado. O General é muito articulado, tem posições firmes e uma visão de mundo que, mesmo sendo conservadora, não é truculenta e, por vezes desrespeitosa- como a de Jair Bolsonaro.
Por fim, na eleição presidencial, ocorreu aquilo que eu imaginava. Lula venceu com estreita margem, o que deixa a disputa para o segundo turno indefinida. Acredito que o embate se concentrará nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Nos três maiores colégios eleitorais do país, Jair Bolsonaro possui o apoio dos governadores reeleitos de Minas e Rio de Janeiro, além do atual de São Paulo. Acho que a máquina destes estados, trabalhando em conjunto com a máquina federal, em favor de Jair Bolsonaro, tem o potencial de deixar esta disputa imprevisível. Na minha visão, até mesmo com uma leve vantagem para o atual presidente.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para RESCALDO ELEITORAL

Enviando Comentário Fechar :/

Últimas Notícias

Matérias de Capa

PUBLICIDADE Jornal Nova Época