Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
REUNIÃO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

REUNIÃO

REUNIÃO
O comércio realizado por indígenas na área central da cidade foi tema de reunião na Prefeitura na quarta-feira (22). Após serem notificados pela Fiscalização sobre a proibição para vender artigos que não são genuinamente indígenas, lideranças das três aldeias das etnias Kaingang e Guarani procuraram a Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade.

REGRAR ATIVIDADES
A intenção do Paço Municipal é regrar as atividades comerciais indígenas. Neste sentido, foi solicitado que eles busquem vender itens de origem artesanal produzidos com materiais naturais, ao invés de produtos industrializados, como vem ocorrendo.

PRÓXIMO PASSO
Uma nova reunião com representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Ministério Público Federal (MPF) dará continuidade às tratativas para que, aos invés de em um camelódromo, moradores e turistas possam adquirir artigos em uma banca de artesanato indígena. Segundo a Secretaria de Habitação e Assistência Social, cerca de 150 pessoas de origem indígena estão morando em Canela.

PARQUE CARACOL
O Palácio Piratini publicou na segunda-feira (6), no Diário Oficial do Estado, o edital de concessão do Parque Estadual do Caracol. Na mesma publicação, consta a concessão do parque de Tainhas. A concorrência pública internacional prevê investimentos nos dois complexos naturais de R$ 47,6 milhões, sendo R$ 23,7 milhões obrigatoriamente aplicados em melhorias nos seis primeiros anos dos 30 de contrato.

ATRATIVOS
Com a concessão, o Caracol deverá ter novas opções de atividades de aventura, como arvorismo e bungee jump. O recebimento das propostas para a concessão pública está previsto para 18 de julho e o leilão para o dia 28, em São Paulo.

CONTRIBUIÇÃO ESPONTÂNEA
A Contribuição Espontânea ao Turismo (CET) está em vigor desde 20 de maio. Criada a partir de um projeto proposto pelo Sindtur/Serra Gaúcha, CDL, ACIC e Convention & Visitors Bureau, a CET já conta com 21 estabelecimentos participantes do comércio e rede hoteleira de Gramado e Canela. Até quinta-feira (23), às 14 horas, a contribuição espontânea tinha gerado R$ 4.867,00.

CICLOVIA
Caiu no esquecimento o projeto de uma ciclovia entre Canela e Gramado. A proposta surgiu há oito anos e esbarrou em exigências do Daer.

FAST FOOD
Canela pode ganhar uma unidade de uma renomada rede de fast food. O projeto da loja será apresentado para autoridades municipais na próxima semana.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para REUNIÃO

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época