Jornal Nova Época O Jornal do seu tempo

loader
X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
<<< VOLTAR
SER GAÚCHO É...
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

SER GAÚCHO É...

SER GAÚCHO É...

(com mais algumas “novas façanhas”...)

O Rio Grande do Sul, como sabemos, não é único. Mas, com certeza é o Estado mais rico em se falando de expressões regionais. Uma espécie de “gauchês”... Numa mistura do cômico e do orgulho.

Ser gaúcho é...
Dizer que carro velho é “jabureca”; que sujeito chato é “xarope” e que a criança gordinha foi “criada a tódi”.
É chamar o outro de mocorongo, de lesma, é apinchar longe um objeto, é entrar “nas biboca”, é olhar pela “vidraça”.

Ser gaúcho, é...
Usar fatiota, cuecão, falar “Coxuda”, “Chinelão”, “Esgualepado”, “Certo, Méri!”, “Do tipo”, “Não é mol”...
Também é comer uma “Maria-mole”, tomar um “liso”, um “martelinho”, comer moela, aipim e ir “lasqueando” um churrasco.

Ser gaúcho, é...
Dizer “cáqui” (sílaba tônica no “a”) e não “caquí” (no “i”), é falar “cu-doce” (para quem finge não querer uma coisa), e “em cima do laço” (para quem chega no último minuto). É entender que asfalto é “faixa” e passeio é “calçada”.

Ser gaúcho é...
Gostar de um “entrevero”, é tomar refresco de groselha, é chamar mulher feia de “bucho” (elas chamam o bonito de “pão”).
É ter uma certeza: “fogão, é Wallig... avião, é Varig”!

Ser gaúcho é...
Chamar goleiro ruim de “frangueiro”, ficar na “surdina”, ao ver o perigo “deitar o cabelo” e jogar “às ganha”... (ou “às brinca”). É ser “cosquento”, “esganado”, “de faca na bota”, ou meter-se a “facão sem cabo”. E chamar alguém de “medonho”, “fiteiro”, “moscão”, “pé-no-saco”, boca-aberta, bunda-mole, tabacudo e “pau-de-vira-tripa”.

Ser gaúcho, é:
Ter certeza que, ao final da Revolução Farroupilha, o Brasil voltou a fazer parte do Rio Grande
É chamar Deus de “Patrão Celestial” e São Pedro de “Capataz da Estância Divina”; é achar que o sol é um fogo de chão que se espalhou um pouco; e acreditar que o mar é salgado, porque o gaúcho bate os espetos de churrasco no rio!

Apesar de serem de uso comum (ou, algumas foram!), essas expressões ainda chamam a atenção de algum desavisado... Mas, em sua maioria, traduzem os usos e costumes do homem simples do Rio Grande do Sul... a nossa terra!

Da sapiência dos almanaques: A colheita, até pode ser em comum; mas a capina, é sozinho.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Olá, deixe seu comentário para SER GAÚCHO É...

Enviando Comentário Fechar :/

PUBLICIDADE Jornal Nova Época